Etiquetas

Maria Noma Bliss - CoupleNa poesia de Adília Lopes (1960), obsessivamente prosaica na formulação, frequentemente epigramática no conteúdo, atravessada pela ausência do par, e onde o desconsolo de viver é uma constante, surge esta floração sobre o amor para o Dia dos Namorados:

 

 

St. Valentine’s Day

 

To Michael

 

Roses are red

Violetas are blue

Love is gold

To the happy few

 

in A mulher-a-dias, & etc, 2002

 

Transcrito de Dobra, Poesia Reunida 1983-2014, Assírio & Alvim, 2014.

Anúncios