Etiquetas

,

Do Mestre de Heiligenkreuz, autor da pintura sobre a Anunciação com que abre o artigo anterior, eis uma extraordinária pintura de grupo ilustrando a morte de Santa Clara.

Pintor austríaco de quem pouco se sabe, terá estado activo no século XV.

MASTER of Heiligenkreuz - A morte de Santa Clara 1410Santa Clara de Assis, seguidora de S.Francisco de Assis, foi a fundadora da ordem das Clarissas. No momento da morte terá chamado ao leito as suas irmãs e seguidoras para as exortar a continuarem o caminho de pobreza proclamado pela ordem.

Para o apreciador de pintura, hoje, a história representada passa para segundo plano e impõe-se a reduzida paleta cromática transmitindo austeridade ao assunto. O desenho das silhuetas, na sua sofisticada elegância traduz uma modernidade estética que surpreende. Há um dinamismo na pintura proveniente do leve inclinar do corpo das protagonistas e da géstica de braços e mãos, que quase faz ouvir a conversa.

Banhada de uma serena beleza trazida pelas esbeltas mulheres que nela figuram, a pintura convida a um demorado olhar na pesquisa do segredo da sua tranquila paz.

Para Santa Clara de Assis escreveu Sophia de Mello Breyner Andressen (1919-2004) um poema / homenagem publicado do livro No Tempo Dividido, 1ª edição 1954, e que agora transcrevo.

SANTA CLARA DE ASSIS

Eis aquela que parou em frente
Das altas noites puras e suspensas.

Eis aquela que soube na paisagem
Adivinhar a unidade prometida:
Coração atento ao rosto das imagens,
Face erguida,
Vontade transparente
Inteira onde os outros se dividem.

Anúncios