Etiquetas

,

Amor, água, e poesia, trilogia para limpar o mundo, e fazê-lo à nossa medida, é o postulado de William Carlos Williams(1883-1963) no poema Riposte. São parte do essencial da vida, como o ar que respiramos, e por isso, o poeta nos aconselha a que os fechemos under lock and key, para que não se percam.
A tradução de José Manuel Mendes acompanha de forma precisa o original, dando-nos em português um poema magnífico.

 

 

Réplica

 

O amor é como a água,
queridos concidadãos:
purifica e dissipa os gases nocivos.
É como a poesia também
e pelas mesmas razões.

O amor é um tesouro de tal modo valioso,
queridos concidadãos,
que, no vosso lugar,
a sete chaves o guardaria…
como o ar ou o Atlântico ou
como a poesia!

Tradução de José Manuel Mendes
in Cinzas da Véspera, Ed. do Autor, 2012.

 

 

 

Poema original

 

 

Riposte

Love is like water or the air
my townspeople;
it cleanses, and dissipates evil gases.
It is like poetry too
and for the same reasons.
Love is so precious
my townspeople
that if I were you I would
have it under lock and key—
like the air or the Atlantic or
like poetry!

 

Publicado pela primeira vez no livro Al Que Quiere! A Book of Poems, 1917.
Transcrito de The Collected Poems of William Carlos Williams, vol.I 1909-1939, New Directions, 1991.

 

 

Abre o artigo a imagem de um detalhe de uma pintura de Richard Diebenkorn (1922-1993), Ocean Park #79.

 

Anúncios