Etiquetas

Entretido a vasculhar a biblioteca em busca de poesia erótica para o meu novo entretém, o blog obelosexo.tumblr.com, tenho descurado o alimento poético dos leitores do vicio da poesia.

Não será ainda hoje a visita circunstanciada à poesia de José Lino Grünewald (1931-2000), que me encanta na sua despretensiosa simplicidade, mas, e sem comentários adicionais, deixo três poemas exteriores à sua poesia visual, da qual já incluí um exemplo em  A culinária chega ao blog com A VIDA de Zelino.


Nestes tempos em que a politica questiona o nosso pseudo civil service, leia-se este soneto burocrático, que em gente com mais idade fará lembrar o formulário dos requerimentos em papel selado, e a todos revela o fascinante mundo do “quanto mais me reporto mais equivalentemente me certifico”:

soneto burocrático

salvo melhor juízo doravante

dessarte data vénia por suposto

por outro lado maxime isso posto

todavia deveras não obstante

 

pelo presente atenciosamente

pede deferimento sobretudo

nestes termos quiçá aliás contudo

cordialmente alhures entrementes

 

sub-roga ao alvedrio ou outrossim

amiúde nesse interim senão

mediante mormente oxalá quão

 

via de regra tê-lo-ão enfim

ipso facto outorgado mas porém

bem substabelecido assim amém

 

Depois de semelhante transtorno, valham-nos as mulheres lembradas neste galanteio

todas as mulheres são

um enlace de perfumes

 

um haikai de ai-ai-ai

um haikai de vai-vai-vai

um haikai de sai-sai-sai

um haikai de cai-cai-cai

e embrulhados em saboroso cai-cai-cai proponho-vos tornar à felicidade

 

tornar à felicidade

quando à hora da saudade

ciciam as aves breves

sob o anelo de ares leves.

 

oh! Quem azul não queria?

quem não quereria e ria?

pára o mundo, baixa a autora

rios sorriem agora.

 

o universo enlaça a festa

cores vibram na floresta.

chega alegre o vate ao mundo

e esquece que é profundo.

Não sei de melhor conselho.

Noticia bibliográfica

Os poemas foram transcritos de  escreviver, edição da obra poética completa do autor, publicada por editora PERSPECTIVA, São Paulo, Brasil, 2008.

Anúncios