Em maré de policiais, ocorrem-me algumas aventuras com cenário no celebérrimo comboio Expresso do Oriente de que vos falaria com deleite, não fora o adiantado da hora. Por exemplo, Oriente-Expresso na tradução de Jorge de Sena do romance de Graham Greene, Stamboul Train, prodígio de suspense e emoção na pintura dos desenganos da vida, ou o romance de Agatha Christie do mesmo nome, naquele crime colectivo de fazer justiça pelas próprias mãos, quando a legalidade jurídica se mostrou incapaz de a concretizar, ou ainda no encantatório filme de Hitchcock, A Desaparecida, espionagem entertecida de ingénua história de amor, encanto do meu filho desde os quatorze anos. Iria por aí adiante mas paro em A Máscara de Dimitrius, romance inesquecivel de Eric Ambler e filme de Jean Negulesco com o personagem sinistro de Peter Lorre que pelos anos 30 e 40 deu corpo ao medo em cinema desde M de Fritz Lang. Longas histórias de mundos imaginados em torno de um comboio lendário, umas vezes personagem de parte inteira, outras apenas presença de passagem, como em Single & Single de LeCarré, e que aqui evoco com estes posters convidativos ao sonho de nele viajar, procurando os posters uma atmosfera nos antípodas das histórias que antes lembrei.

 

Anúncios