A canção Take The “A” Train ficou conhecida como uma espécie de assinatura da orquestra de Duke Ellington.

Composta por Billy Strayhorn, segundo a lenda o texto cantado descreverá a espécie de ansiedade com que Duke aguardava a colaboração com Billy, dando indicações precisas sobre a forma de chegar a sua casa, quando o contratou, e Billy vinha de Filadélfia.

São numerosas as interpretações superlativas, pois a canção transformou-se num standard do jazz.

Deixo uma lista com as melhores que encontrei no YouTube

Primeiro o próprio Duke Ellington.

Depois, 3 interpretações de Ella Fitzgerald.

Para o final Maynard Ferguson & Sarah Vaughn ao vivo com um grupo de convidados de respeito: Don Cherry, Al Hirt, Chuck Mangione, Dizzy Gillespie.

Em apendice, uma fascinante interpretação main stream ou antes, jazzy de Anita O’Day.

Pode ouvir-se aqui: Take The “A” Train

 

É o seguinte o texto da canção:

Take The “A” Train

You must take the “A” train
To go to Sugar Hill, way up in Harlem
If you miss the “A” train
You’ll find you missed the quickest way to Harlem

Hurry, get on, now it’s coming
Listen to those rails a-thrumming all aboard
Get on the “A” train
Soon you will be on Sugar Hill in Harlem

You must take the “A” train
To go to Sugar Hill, way up in Harlem

You must take the “A” train
To go to Sugar Hill, way up in Harlem
If you miss the “A” train
You’ll miss the quickest way to Harlem

Hurry, get on board, it’s comin’
Listen to those rails a-thrumming all aboard
Get on the “A” train
Soon you will be on Sugar Hill in Harlem

Harlem, boy
Next stop is Harlem

Next stop, Harlem
Come on, get aboard the “A” train

Get aboard
Next stop is Harlem
Take the “A” train

Para saber mais sobre a canção o artigo da Wikipédia é esclarecedor aqui!

Anúncios